Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

It’s a fucked up world

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

It’s a fucked up world

Mensagem por Alícia Adalberon em Sab 27 Jun 2015, 00:07



Eu nunca tive um diário, mas acho que vai ser legal pra desabafar, então vamos lá...

Querido pedaço de papel insignificante, 
Sou Alícia Adalberon Harkness, tenho 15 anos e estou quase completando o meu décimo sexto aniversário, mas isso não importa, prefiro os meus desaniversários... Onde eu estava mesmo?Ah é, estudo em Hogwarts e sou da Lufa-Lufa, tenho muito orgulho da minha casa, estou indo cursar o meu 5ºano e não sei exatamente o que pensar disso, talvez que daqui dois anos eu saia dessa escola e tenha uma vida, mas quero ser algo mais na vida, quero ser diretora ou até mesmo apenas uma professora, o futuro é algo muito incerto e ás vezes tenho medo de pensar nele.
Sou artilheira do meu time de quadribol, nunca ganhei um campeonato, mas o que importa não é vencer e sim se divertir, me diverti muito fazendo o gol mais rápido no jogo contra a Sonserina, não é sempre que fazemos gols nos primeiros segundos de jogo.
Sou animaga e me transformo em uma raposa vermelha (Vulpes vulpes), foi com certeza uma das coisas que eu mais me orgulhei em conseguir, já que é bem complicado chegar a esse nível em transfiguração, fora que a habilidade ajuda muito em alguns eventos.
Possuo um amasso, chamado Cook, o encontrei na feira natalina, em meio a uma barraquinha que pegava fogo, foi uma sorte e um azar também, já que poderia ter sido sequestrada na feira, é uma longa história, mas Cook com certeza é o meu maior companheiro.
Na escola?Bom, posso dizer que sou uma boa aluna, mas não posso dizer que estou satisfeita com as minhas notas, posso não ser aluna da Corvinal, mas quero mostrar o meu melhor e sempre ir melhorando cada vez mais, mesmo odiando DCAT e o professor Brent, minhas aulas preferidas que eram as aulas de TCM e Transfiguração já não vou mais ter, tudo vai ser novo para mim no próximo ano, quero um recomeço os últimos anos foram meio doidos.
Família?Ahn... Minha família não é como as normais, minha família são os meus amigos que sempre estão comigo, sendo uma boa hora ou não, enfrentando comigo os desafios da vida, compartilhando risadas e momentos inesquecíveis, eu não tenho uma família tradicional com um pai e uma mãe, meus pais tiveram uma morte meio... Perturbada, quando eu era bem pequena, desde então sou eu por mim mesma, não que isso seja um problema, mas sinto falta de ter uma mãe e um pai.
Sou blogueira da revista Witch Magazine, ganho o meu próprio dinheiro, mas não espero fazer isso pro resto da vida, quero morar em Hogwarts, já que é o meu lar. Falando em lar, está para acontecer a guerra, eu estou tremendo de medo, mas tenho que ser forte e lutar, caso morrer, vou morrer em paz sabendo que morri com honra protegendo quem amo.
Por hoje é só, até outro dia.

—Alícia.
Alícia Adalberon
avatar
Cargo : Blogueira da Witch Express


Varinha : Freixo, Pelo de Acromântula, 26 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: It’s a fucked up world

Mensagem por Alícia Adalberon em Sab 27 Jun 2015, 00:34

Charlotte Marie Wolfthorn
17 anos, Sonserina
 Minha loira Lotte, Charlotte se tornou a minha amiga após ter um ataque de ciúmes do seu namorado Sawyer, talvez ele tenha a convencido que eu não queria nada com ele, nós duas tivemos um começo meio conturbado, mas a sonserina acabou virando a minha melhor amiga, descobrimos coisas em comum e também nos divertimos juntas, ela me fez pagar cada mico doido, mas reviveria cada momento, infelizmente ela se formou este ano junto com sua irmã Isabelle.
Lotte sempre esteve ao meu lado, quando eu terminei com Bragi ela e Saw foram o meu apoio, os únicos que não me achavam louca assassina e me acolheram, mesmo eu sendo a vela oficial deles também, ela sempre foi a pessoa que eu mais confiei tanto que foi a primeira que contei sobre a Varinha das Varinhas e o que aconteceu no Festival Potter.
Ela me contou tantas coisas, literalmente tudo sobre si, desabafou e confiou em mim, nesse momento descobri que mesmo com o seu jeito louco de ser, Charlotte era sim, a minha melhor amiga e ela me considerava da mesma forma, mesmo eu sendo lufana e ela sonserina, aquilo sendo completamente fora do seu circulo de amizades.
Serei madrinha de casamento e também dos filhos dela com o Saw, eu parei de me importar com ela me chamando de “estranha” pelo meu jeito, ela até me deu aula, passamos por muitas coisas juntas também, muitas mesmo e agradeço muito a ela por cada um deles, assim pela sua confiança em mim.
CA-RA-LE-OS estava quase me esquecendo, Lotte odeia a sua irmã gêmea e também participa da liga comigo, fora que ela foi atacada pela irmã no dia que teve o ensaio do baile, não a vejo desde o baile, estou louca atrás dela junto com Saw, espero que ela volte logo.

THANKS TO LOUIS AT ATF!


Marien Papillon Griffonwood
15 anos, Grifinória
Marien ou Marie, com certeza foi alguém inesperado na minha vida, nos conhecemos na excursão na Cidade dos vampiros, lá vivemos algumas coisas realmente... Interessantemente estranhas, principalmente o primo/namorado dela se transformando em lobisomem, foi algo bem tenso, mas foi a primeira vez que nos borramos juntas, com certeza vão ter outras vezes.
Nossa amizade surgiu do nada e espero que ela nunca acabe, a ruivinha da Grifinória é uma das minhas melhores amigas e também uma fofa que chega a doer o meu coração, nós nunca chegamos a ter um desentendimento, muito pelo contrário, nós duas conspiramos muito nas costas do Ariel (primo namorado dela), a única coisa que ela faz é controlar a minha fome por doces... Cara... Meus doces.
Eu sou a vela oficial dela e do Ariel também, mesmo que ela odeie que eu fale assim, mas é a verdade e a verdade tem que ser dita não é?Sim é.
A Grifina conquistou a minha amizade como ninguém conquistou antes, com certeza é uma das pessoas mais importantes pra mim, espero ter mais aventuras com ela para te contar diário, já disse que ela fica uma fofa com ciúmes do Ariel?Parece que vai sair matando todo mundo que ver pela frente.

THANKS TO LOUIS AT ATF!


Bragi Malkovich Cancheski
17 anos, Lufa-Lufa
Esse puto não merecia nem uma palavra sobre, mas como ele fez parte da minha vida, eu vou falar um pouco, Bragi foi o meu primeiro amigo em Hogwarts, desde o primeiro dia, tivemos nossos desentendimentos, ele me mostrou um mundo novo, minha mãe dizia, que quando se ama uma pessoa, você se adapta a ela, foi o que mais ou menos o que aconteceu, eu me adaptei ao Bragi e o seu jeito filho da puta de ser e não me orgulho disso, mas ele também mostrou que eu não tenho que ter medo de ser eu mesma.
Ele foi o meu primeiro namorado, tudo aconteceu muito rápido e acabou não dando certo, mas passamos por muitas coisas juntos, muitas coisas mesmo, principalmente eventos de quase morte e tretas por causa de amizades.
Quase morremos juntos na feira natalina, no festival Potter, no Ataque dos dementadores, no inicio do ano letivo, quase matei ele na festa do amor e também quando terminamos... Eu não me sinto triste pelo nosso relacionamento não ter dado certo, nós éramos mais do que completamente diferentes um do outro e também ele amava a Madness, não posso prende-lo quando ama outra pessoa, fora que eu amo o Bragi, mas como um irmão ou amigo e nunca deve ter passado disso.
Apenas queria que nossa amizade não tivesse terminado, sinto falta de zoar com ele por ai.

THANKS TO LOUIS AT ATF!




Madness Kathullu
15 anos, Corvinal
Primeira briga e primeira amiga, foi algo realmente bem estranho o que aconteceu entre nós duas, no dia em que a conheci, Mad estava beijando Abraham na sala precisa e logo não fomos uma com a cara da outra, mas foi uma primeira briga tão estúpida, nem me lembro o motivo dela, mas no final nós duas nos tornamos amigas e compartilhamos momentos bem ruins juntas.
Mad sofreu bastante quando o seu ex-namorado Abraham teve uma crise de ciúmes de sua amizade com Bragi, isso foi antes de eu namorar com o lufano, nunca mais vou me esquecer dos dois rapazes quase que se matando em uma briga, enquanto a corvina em choque apenas assistia e eu tentava separar.
“EU LUTO BOXE PORRA” Foi a frase mais marcante daquele dia vinda de Abraham, depois da briga eu realmente achei que eles tinham se acertado, até porque nunca mais discutimos os quatro juntos, eu realmente achei que seriamos todos amigos.
Mad já me fez chorar também, uma vez ela escreveu o seu nome no peito do Bragi com um bisturi, eles estavam no necrotério do hospital St. Mungu’s após a feira natalina, lá eu com certeza ouvi coisas que eu não queria e nem merecia ter ouvido, foi primeira vez que vi que não era certa para o Bragi, mas continuei o relacionamento.
Quando eu terminei com o Bragi e esfaqueei o Lufano, achei que ela me achasse uma assassina doida de ciúmes e realmente tenho certeza que foi isso, mesmo frequentando as mesmas aulas que ela e a tratando normalmente, me sinto culpada por ter atrapalhado o amor dos dois por tanto tempo.
Nós duas nos resolvemos recentemente, as coisas foram esclarecidas, espero que ela não se afaste e a nossa amizade continue mesmo depois de tanta treta.

THANKS TO LOUIS AT ATF!


Sawyer Von Stoichkov
16 anos, Sonserina
Sawyer, o raposo, conheci Sawyer no caldeirão furado durante as férias, onde nós inicialmente apenas nos cumprimentávamos, mas um dia de tédio, decidimos começar a conversar de verdade e descobrimos que tínhamos muitas coisas em comum, gostos no geral e também dividimos um pacote de feijõezinhos de todos os sabores, a primeira vez que ele me ajudou foi na volta das férias dentro do expresso depois de eu ter vomitado nos pés do Bragi, estava bem constrangida, mas mesmo assim ele me escutou.
Saw não é bom com conselhos, ele apenas faz o favor de te zoar para se sentir bem, é bem atrapalhado, mas é um bom amigo, mesmo que ele pegue muito no meu pé pra tudo, ele é um ano mais velho que eu e namorado da minha melhor amiga Charlotte, nós três temos uma relação compartilhada.
Eu fiquei mais próxima dele quando descobrimos que tínhamos a mesma forma animaga, foi um tanto estranho quando descobrimos isso, eu estava revoltada com a vida e destruindo a antiga sala de poções com a minha forma animaga, ele acabou me encontrando e descobrimos na mesma hora, ele quase me matou do coração, mas tudo bem, nesse mesmo dia eu conheci a Lotte e uma treta imensa aconteceu. Estamos criando uma língua para nos comunicarmos na nossa forma animaga, já testamos uma vez no baile e até que deu certo.
Não entendo a mania que ele tem e Lotte acabou pegando dele, todo garoto que eu ando eles acham que estou namorando, ambos acham que estou precisando de namorado e daqui a pouco estão entrevistando todos os garotos solteiros do castelo e arrumando um para mim, agora não sei se isso é desespero pra eu parar de velar entre eles ou apenas querem me ver feliz.

THANKS TO LOUIS AT ATF!




Giovanni Weeks Popplwell
15 anos, Lufa-Lufa
Gio, o nascido trouxa mais inteligente e esforçado que já vi, conheci o Lufano no banquete do tribruxo, sinceramente?Eu nunca pensei que me tornaria amiga dele de tal forma, ele realmente foi super legal comigo desde o inicio, ele não ligou para os meus ataques de lerdice ou o meu jeito atrapalhado e louco de ser, muito pelo contrario, o ruivo mesmo sendo tímido tentou me acompanhar.
Nós dois fomos ao baile juntos, ele me convidou quando fui o ajudar com herbologia, esse dia foi bem bacana porque lá nos conhecemos melhor, comemos doces e brincamos de tiro ao alvo, ele ficou me devendo me mostrar um porquinho-da-índia, que é um pufoso trouxa e que foi servido no jantar do baile, ele é simplesmente incrível, as suas notas foram uma das mais altas do 3ºano, com certeza é um orgulho para a nossa casa.
Eu fiquei interessada nele no baile do tribruxo, mas depois da excursão pra cidade dos vampiros, recuei e parei de me sentir idiota, ele estava beijando Lalá –Uma lufana amiga minha- no quarto e não quero atrapalhar nada entre os dois, já basta o que aconteceu com o Bragi e Madness... Acho que não sirvo pra esse negócio de amor.

THANKS TO LOUIS AT ATF!




Lucas Von Lich. Collin
17 anos, Lufa-Lufa
Lucas, um dos lufanos que eu me inspirei desde o inicio, o monitor-chefe é outro aluno muito bem falado no castelo todo, mesmo sendo bem conhecido também por ser bem azarado, Lucas sempre está lá quando se precisa dele, me ajudou bastante também, me deu vários conselhos e me ouviu quando precisei, ele foi como um irmão para mim e um grande irmão, não desistiu de mim e sempre me incentivou a fazer o meu melhor, que um dia eu iria alcançar o que queria e ele estava certo  –Como sempre-.
Ele ta tendo um caso com a projeto de Howard, sinceramente não sei o que ele viu nela e também se ele esta fazendo isso para mudar o que eles veem dele, um Collin namorar com uma Howard é a mesma coisa que pedir guerra, é mortalmente estranho porque ambos os sangues não foram feitos um para o outro, mas se ele está feliz com ela e ela com ele, eu shippo!
Lucas sempre tenta me controlar também, já perdi a conta das vezes que ele me ajudou a me acalmar, simplesmente me segurando e conversando comigo, um lufano digno.

THANKS TO LOUIS AT ATF!

Alícia Adalberon
avatar
Cargo : Blogueira da Witch Express


Varinha : Freixo, Pelo de Acromântula, 26 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: It’s a fucked up world

Mensagem por Alícia Adalberon em Ter 30 Jun 2015, 00:28



Hey pedaço de papel, lembra-se que falei do Saw?Então, a um tempo fizemos uma língua para entendermos na nossa forma animaga, decidi colocar aqui para ver como é, eu acho que até comentei sobre ela mas não a coloquei aqui, então ai vai:

Língua de raposa (Ainda não completo) – Por Alícia Adalberon e Sawyer Von Stoichkov

→Uma regougada longa. = Pode ser um chamado e o outro estiver longe para poder ouvir ou um pedido de socorro, ficar alerta a cada um. 
→Regougada curta. = Chamado simples, mas também pode significar “atenção” ou “perigo” próximo. 
→Barulho feito com o focinho (Pode ser parecido com um espirro). = Cumprimento e também que alguém está se aproximando.
→Balançar o rabo devagar. = Pode significar “calma” assim como um “Estou bem”. 
→Balançar o rabo devagar e agachar-se para frente. = Propondo um desafio. 
→Levantar a cabeça e sinalizar para qualquer lado com atenção extrema. = Seguir para aquele caminho. 
→Balançar o rabo mais rápido. = Desespero ou brincadeira, assim também como um modo para chamar a atenção do outro. 
[...] 
→Língua para o lado e orelhas abaixadas. = Cansaço extremo ou tristeza. 
→Três batidas longas no chão com a pata. = Precisando de conselhos. 
→Duas regougadas rápidas seguidas= Adeus. 
→Alguns saltinhos= Laughing Out Loud 
→Cabeça inclinada para o lado(como se tivesse curioso por algo)= Pode significar “Que porra é essa ?” ou como já coloquei na descrição, curiosidade. 
[...] 
→Um rosnado baixo.= Irritação 
→Balançar a cabeça.= Desconfiança em algo. 
→Mordida na orelha. = Demonstração de confiança ou “Sorria e acene, sorria e acene”, como se fosse para disfarçar algo.

Por hoje é só ♥ Uma anotaçãozinha rápida.
—Alícia
Alícia Adalberon
avatar
Cargo : Blogueira da Witch Express


Varinha : Freixo, Pelo de Acromântula, 26 cm, Bastante Flexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: It’s a fucked up world

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum