Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

My Wonderland

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

My Wonderland

Mensagem por Elizabeth Gerhadt em Qui 03 Set 2015, 01:47


Once upon a time,
Mary Elizabeth Gerhadt, nascida no dia 04 de abril do ano de 2021, mas a verdadeira história não começa ai…
Sua mãe havia abandonado o bom homem que era o pai da garota, junto a filha recém-nascida, John Gerhadt, legista do hospital St. Mungu’s, um ótimo bruxo, era gentil e poderoso, com grandes planos para seu trabalho, mas conseguia cuidar de Elizabeth sem ser ausente na vida de sua pequena.
Eles moravam na mansão da família, junto aos avós de Elizabeth e a alguns tios e tias, todos eram trouxas, além do pai de Elizabeth e da própria garota, era um lar agradável, todos amaram a pequena garota que havia nascido, mas com o passar dos anos aquilo mudou.
A pequena Elizabeth, sempre foi mais bonita do que as garotas de sua idade, mas por causa disso abusava, fazia o que queria e quando queria, ainda pequena conseguia manipular as pessoas, sendo egoísta e humilhava as pessoas por prazer, mas apenas era uma tentativa de ser amada, ignorando ao máximo todas as sensações estranhas que sentia, as coisas estranhas que via, a falta que sentia.
Foi aos 6 anos quando ela começou seu verdadeiro pesadelo, seus familiares a julgavam demais, a chamavam de monstro, de louca, amaldiçoada e que ela não devia ter nascido, a garota havia apresentado uma síndrome rara, chamada de síndrome de Todd, mas também conhecida como síndrome da Alice no País das Maravilhas, o único tratamento para aquilo era remédios fortes que faziam com que a garota apenas se acalmasse, parasse de ver todas aquelas criaturas incríveis e gentis, assim como a sensação de ser pequena ou alta demais, ter um pouco mais noção da verdadeira realidade.
Diferente dos outros, o pai da garota não a julgava e a protegia com unhas e dentes, brincava com ela e se juntava ao mundo fantasioso da garota, mesmo não vendo nada, mas um certo dia, ele havia recebido uma chamada estranha e urgente do seu trabalho, deixando Elizabeth sozinha com seus familiares em casa, alguns minutos da saída do pai, uma ambulância estranha parou na frente da casa dos Gerhadt, por curiosidade, a garota foi receber, mas logo a colocaram na maca a força, colocando um casaco branco nela e a enrolando por completo, não importava o quanto ela berrasse ou chorasse, eles não a soltavam, até sentir uma agulha perfurando seu pescoço e a última coisa que ela viu foi os avós aliviados por aqueles homens estarem fazendo aquilo com ela.
Presa em um lugar branco, sem janelas, suja e com fome, Elizabeth passou anos de sua vida daquela forma, o hospício era com certeza o pior lugar que ela já havia presenciado, tantas perguntas se passavam pela cabeça da garotinha de apenas 6 anos, se perguntando onde estava seu pai e o motivo de ele nunca ter nem se quer a visitado, por que haviam feito aquilo com ela?Ela não era louca, ela era normal como todos.
Nesse meio tempo ela havia conhecido o Mr. Gerhadt, mas ela gostava de o chamar de “homem corvo” por causa do smoking de mordomo que ele sempre trajava e também os olhos vermelhos, traços belos e um cabelo negro mais bonito que ela já havia visto em toda a sua vida, ele era sua única companhia naquele lugar, conversava com ela e a entendia, eles compartilhavam a ansiedade de saber como era o mundo fora dali.
Elizabeth sofreu uma grande mudança de comportamento durante o tempo presa no hospício, a solidão a assombrava, ficar sozinha com seus pensamentos era com certeza o seu maior medo, o medo de enlouquecer completamente, ser o monstro que tanto diziam que ela era.
Quando pensava que iria acabar morrendo ali, o homem corvo havia lhe contado um plano para eles saírem dali, ela poderia estar suja, com os cabelos enormes e bagunçados, o olhar vazio e olheiras roxas embaixo dos olhos azuis agora sem vida, magra e com vários hematomas roxos pelo corpo, mas ainda conseguia ser bela, apenas esperaram meses e meses para conseguir fazer esse plano funcionar, olhar nos olhos de um homem com coração vazio, o seduzir, fazer com que ele se encantasse com a garota de agora 10 anos, um rapaz jovem de no máximo 15 anos, estagiário temporário do local, a vítima tinha o nome de Matthew, um belo rapaz que logo caiu na armadilha da garota e sua sombra.
Quando conseguiu fugir, sua história teve início…
Ela conseguiu invadir a casa dos avós, roubar dinheiro do velho cofre da família, não era pouco dinheiro, ela com certeza os deixou falidos, mas ela não se importava, não se importava do mesmo jeito que eles não se importaram em deixá-la naquele local horrível.
Foi para um hotel, comprou roupas novas, seus cabelos quase tocavam o chão de tão longos que estavam, os cortou, foi atrás de informações da única pessoa de seu sangue que ela realmente amava e se importava… Seu pai.
Conseguiu informações que seu pai havia falecido no mesmo dia que ela havia sido internada, o seu mundo desabou ali, a pequena e inocente Mary Elizabeth Gerhadt havia morrido a anos atrás, mas agora ela havia se transformado em outra pessoa, se arrependia imensamente de tudo que havia feito para as outras pessoas, se arrependia da dor que havia feito para os outros de propósito, após deixar flores no tumulo de seu pai, uma carta estranha caiu aos seus pés, jogada por uma belíssima coruja, ela havia sido chamada para frequentar a escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, se animou, já que lá poderia encontrar respostas.
Meses após o seu décimo primeiro aniversário, ela finalmente embarcou no expresso 9 ¾, preparada para conhecer um novo mundo.
.
Elizabeth Gerhadt
avatar
Cargo : Estudante e... Só


Varinha : Espinheiro-alvo, Pelo de Unicórnio, 27 cm, Inflexível


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum