Parceiros e Afiliados
RPGs Parceiros
Afiliados em Geral

[6º ANO] ​ Oreck Sürvey McDermott

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[6º ANO] ​ Oreck Sürvey McDermott

Mensagem por Oreck Sürvey McDermott em Ter 01 Dez 2015, 17:55

Oreck Sürvey McDermot
SEXTO ANO
História do Personagem
 > ​Oreck Sürvey McDermott, dezesseis anos, Grifinória. Na síntese e na teoria é isso, este seria Oreck, de forma simples e sem quaisquer complicações e empecilhos, mas não é e nunca seria tão fácil descrever uma pessoa com apenas uma dúzia de palavras. Uma vida ruim? Isso não poderia ser dito, o garoto pode ter e poderia ter tido tudo o que quisesse, e isso tornava sua vida algo espetacularmente bom, deixando clara sua felicidade e alegria espontâneas. Desde criança ganhava as coisas que queria, por mais que não quisesse muito. Por mais que os pais tentassem mimar o garoto, ele nunca fora do jeito "nariz empinado" que os outros eram, mas ainda assim não era o tipo que dividia tudo que tinha. Por mais que gostasse de socializar e conversar com seus amigos, não tinha tanto tempo devido aos pais não gostarem das "influências". Mantinha-se assim, brincando com seus colegas por poucas horas antes de ser mandado para dentro de casa mais uma vez. Isso continuou por longos anos até finalmente atingir sua idade de onze anos, sendo convidado para ingressar em Hogwarts. Apenas com a cara e a coragem, ouviu as instruções que os pais davam, deixando elas escaparem pelo ouvido oposto que entravam, finalmente sabendo que poderia ser mais social, como gostava.
Apesar disso tudo, não conseguiu se destacar muito ao entrar no primeiro ano, menos ao segundo. Era um garoto regular, com notas regulares e poucos, porém bons, amigos. Em seu terceiro as coisas começaram a mudar substancialmente. Conversava muito, tinha vários amigos, é pouco antes das férias do ano em questão, deu seu primeiro beijo. Persistiu no relacionamento até o meio do quarto ano letivo, dividindo a vida amorosa com as aulas. Havia melhorado as notas, mas aparentemente sua namorada não gostava muito disso, e Oreck começou a se irritar, dando fim ao namoro de ambos. A partir daí, descobriu o mundo das festas com seus amigos, perdendo longas noites fugindo do castelo para beber com os amigos e beijar diversas garotas, se divertindo como se não houvesse o amanhã, mas ainda assim mantendo as boas notas na escola.
Seu quinto ano foi o mais confuso, é disso ele tinha completa certeza. Costumava beber, mas não se embebedava completamente para ficar lúcido de tudo que acontecia enquanto se divertia nas festas, sem qualquer compromisso, até que um dia algo lhe surpreendeu de verdade. Enquanto dançava uma das diversas músicas trouxas que tocavam, o copo descartável em mais, sentiu uma mão encostar em seu ombro. Pensativo, porém animado, virou o corpo, esperando os lábios de uma nova garota tocarem os próprios, mas o rosto de traços firmes e cabelos louros se aproximou. A única coisa que conseguiu ver foram os olhos azuis brilhantes que encontraram os seus antes dos lábios se chocarem. O beijo não durou muito mais que alguns minutos, e logo o garoto se afastou, sem ao menos dizer seu nome. Oreck deu de ombros, ignorando aquilo, imaginado ser o efeito do álcool que atingia o organismo do outro, e no próprio por avaliar automaticamente aquele beijo.
Os dias passavam e a volta às aulas se aproximavam. O grifano estava pronto para enfrentar um novo ano na escola, mas pensava seriamente se seria realmente agradável, já que as matérias se tornavam mais difíceis e tomavam mais tempo, limitando as fugas do castelo para voltar para a diversão das festas e das bebidas, além de voltar a ser... "Social", se pode-se usar esta palavra para isso.

Curiosidades
 > É animado e divertido, uma ótima companhia;
> Adora festas, sempre estado bem acompanhado;
> Já beijou um rapaz em uma festa;
> Não tem medo de ser feliz;
> Tem todas as características de um bom grifano;
> Ama sua casa com todas as forças;
> É muito bonito e adora ser superior aos outros;
> Odeia ser rebaixado e não gosta de rebaixar os outros.

Narração de Cargo
 > ​Aquele dia eu tinha tirado para me esforçar um pouco mais. Por quê? Para ajudar a Grifinória. Abri mão de ir para aquela festa de férias que as pessoas haviam me convidado, mas eu estava decidido a dar mais algumas dezenas de pontos para a Grifinória antes do ano acabar e eu finalmente poder ficar livre daquela escola por um tempo, pronto para ir me divertir, beber até não lembrar mais do que acontecia a minha volta. As palavras de um trabalho complementar que eu fazia corriam pelo pergaminho, a última linha para finalmente chegar ao ponto final. O trabalho estava pronto, e finalmente eu juntava minhas coisas, deixando a biblioteca quase vazia, exceto pela bibliotecária que parecia completamente distraída e não havia percebido que eu havia deixado o livro de Astronomia sobre a mesa. - Valeu tia. - Agradeci, dando uma risada enquanto meus passos aceleravam em direção à sala dos professores. Entregaria aquilo antes do banquete final. Por fim, quando entreguei a professora, ela ficou feliz e disse que colocaria os pontos no placar final da copa das casas. Perfeito.

O banquete final começava. Eu segurava o riso ao ouvir uma das piadas do pessoal da mesa, dando um petelo na orelha de Louis. - Quer apostar quanto que os dez pontos que eu consegui vão fazer diferença? - Argumentei, torcendo o nariz para ele. Contava nos dedos os minutos que se passavam enquanto o campeão não era anunciado. Perdi a conta quando cheguei aos dez minutos, dando de ombros em seguida enquanto a voz aids ecoava pelo salão. - Por que eles sempre demoram tanto? - Resmunguei, batendo a ponta dos dedos na mesa enquanto revirava os olhos cansado. Queria estar me divertindo em outro lugar, mas minha vontade de ver a vitória da Grifinória era maior. Esperei aquilo se prolongar mais até finalmente o diretor começar a anunciar o placar da copa das casas.

Em quarto lugar, Sonserina. A mesa soltou frases de indignação enquanto todos os outros comemoravam, inclusive eu. Aquele ano não seria daquelas cobras imundas. Em terceiro lugar os sábios da Corvinal estavam, fazendo com que uma série de reclamações saíssem de forma baixa da mesa. Desta vez a comemoração era menor, mais baixa, já que o anúncio do vencedor se aproximava aos poucos. Tensão se espalhava pelo meu corpo enquanto o anúncio do diretor parecia durar horas. Apenas queria saber de uma vez quem havia ganho a copa das casas. Parecia que eu ouvia um rufar de tambores dentro da minha cabeça enquanto eu ouvia o nome da casa do segundo lugar ser anunciada. A diferença era de apenas cinco pontos entre ela e o primeiro colocado.

Assim que ouvi gritos em minha volta corri os olhos para a mesa da Lufa-lufa, percebendo a cara de derrota que eles faziam. Meu corpo se levantou e minha garganta parecia prestes a explodir com a força que eu gritava. Não acreditava que nós havíamos ganhado a copa das casas, graças a um trabalho feito de última hora para uma professora. O que eu queria fazer agora? Sair dali, ir para uma balada e festejar muito, beber até não me lembrar mais de quem eu era. A Grifinória certamente era a casa que eu mais amava, e eu faria de tudo por ela, mesmo que me custasse um pouco menos horas de diversão. Os nossos gritos explodiam como os rígidos de leões enquanto as outras casas olhavam torto. Era um dos melhores dias da minha vida.
@ RPG HOGWARTS MW 2010-2015
Oreck Sürvey McDermott
avatar
Cargo : Aluno - Grifinoria


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [6º ANO] ​ Oreck Sürvey McDermott

Mensagem por The Flying Dutchman em Sex 04 Dez 2015, 09:56

Ficha Aprovada!
The Flying Dutchman
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum